Início Saúde

Saúde

CENTRO ESPECIALIZADO EM REABILITAÇÃO – CER II
O CER II é um ponto de atenção ambulatorial especializada em reabilitação/habilitação que realiza diagnóstico, avaliação, orientação, estimulação precoce, concessão, adaptação de OPM’s, e concessão de bolsas de ostomia, constituindo-se em referência para a rede de atenção à saúde na Microrregião de Mantena.
Oferece atendimento Médico (01 Psiquiatra, 01 Neurologista e 01 Ortopedista), e equipe multiprofissional para reabilitação (05 Fisioterapeuta, 02 Terapeuta Ocupacional, 04 Fonoaudiólogo, 04 Psicólogo, 01 Assistente Social, 01 Nutricionista, 02 Enfermeira e 02 Técnica de Enfermagem).
ABRANGÊNCIA: Microrregião de saúde de Mantena: Mantena, Itabirinha, Central de Minas, Nova Belém, São Felix de Minas, São João do Manteninha, Mendes Pimentel, Divino das Laranjeiras.
PERFIL: Pessoas com DEFICIÊNCIA física e Intelectual
META: Mínimo 200 usuários com deficiência Física, 200 usuários com deficiência intelectual, 10 usuários do PIPA – Programa de Intervenção Precoce Avançado.
TRANSPORTE DE USUÁRIOS
Serão usuários dos serviços de transporte de responsabilidade do CER, pessoas com deficiência que não apresentem condições de mobilidade e acessibilidade autônoma aos meios de transporte convencional (CADEIRANTE)
PIPA (Programa de intervenção precoce avançado)
O que é a Intervenção Precoce? Na prática a Intervenção Precoce consiste na prestação de serviços, dirigidos à criança de 0 a 24 meses, com o objetivo de reduzir os efeitos dos fatores de risco ou da deficiência no desenvolvimento da criança. Seu objetivo é garantir ao MÁXIMO o desenvolvimento das capacidades físicas, sensoriais e sociais, desde os primeiros momentos de vida.
O Acompanhamento do Neonato de Risco (gestantes com mais de 40 anos ou menor de 16, Diabética, faz uso de álcool e drogas, Fumo etc) compreende o período de 0 a 24 meses de idade em que o neonato, ainda sem diagnóstico, apresenta-se susceptível ao desenvolvimento de deficiências serão acompanhadas de forma profilática e terapêutica.
Para ter acesso a esse serviço, é necessário o encaminhamento da maternidade ou unidade de saúde e ir diretamente ao CER.
CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTOMIA
Para ter acesso a esse serviço, é necessário o encaminhamento do hospital ou unidade de saúde e ir diretamente ao CER.
RECURSOS FINANCEIROS UTILIZADOS:
Todos os atendimentos efetuados no CER II são gratuitos, financiado 100% pelo SUS. O incentivo financeiro de custeio no valor de R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais) por mês, para manutenção de todos os serviços do CER II.
OPMs – (órteses, próteses e meios de locomoção) R$ 7.734,60 mensal.
PIPA- Programa de Intervenção Precoce Avançado. R$ 2.000,00 mensal (Repasse Estadual)
REPASSE DO RECURSO: É repassado do Fundo Nacional de Saúde ao Fundo Municipal de Saúde. Através de Convênio o município repassa mensalmente para APAE o valor integral para manutenção dos serviços.
COMO TER ACESSO AOS SERVIÇOS DO CER II
O ingresso do usuário se dará através do encaminhamento da Unidade de Saúde, da rede hospitalar e/ou instituições como CAPS e da Atenção Primária do município de origem do usuário, por meio do preenchimento do formulário específico;
– Encaminhamento de um profissional de saúde detalhado com hipótese de diagnóstico e/ou CID;
– Cópia dos Documentos Pessoais (CPF, Identidade ou Certidão de Nascimento);
– Cópias do Cartão do SUS;
– Cópia do Comprovante de residência;
– Exame recentes (Raio X, Tomografia, Ressonância Magnética) e medicação em uso, se houver.
A Unidade de saúde que receber a documentação encaminhará para a JUNTA REGULADORA DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA DE MANTENA (localizada na secretaria de saúde);
A Junta Reguladora encaminhará essa documentação semanalmente ao CER;
O CER irá selecionar os usuários para uma triagem (por ordem de chegada e por prioridade) para verificação do perfil de reabilitação, que entrará em contato com o usuário para agendar a consulta.